Argentina

Pobreza atinge 41% da população da Argentina no primeiro semestre

Argentina: o país, com uma inflação anual de mais de 40%, está em recessão desde 2018 

A taxa de pobreza na Argentina subiu para 40,9% da população no primeiro semestre deste ano, com 10,5% de indigência, um dos piores registros da história do país, informou o Instituto de Estatística (Indec). 

No final de 2019, a taxa de pobreza era de 35,5% e a indigência de 8%.

Na comparação interanual, o número de pessoas abaixo da linha da pobreza aumentou 5,5 pontos percentuais, e na indigência 2,8 pontos percentuais.

“Aos poucos, chegamos perto de metade da população que não tem condições de comprar com sua renda uma cesta básica de consumo essencial. Isso é muito preocupante porque tem um percentual muito alto de crianças e adolescentes”, disse à AFP o economista Ricardo Aronskind.

EXAME – NurPhoto: Getty Images

Clique para comentar

Você precisa estar logado para fazer um comentário Conecte-se

Deixe um Comentário

Mais popular