Em João Pessoa

Parques e áreas públicas de João Pessoa são espaços de convivência e interação social

Graça Santos é natural de Itaporanga e mora no bairro do Bessa, na zona leste de João Pessoa. Atualmente, ela é uma das habitantes da capital paraibana que faz uso das áreas verdes e parques, administrados pelos técnicos da Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam). Nesta sexta-feira (05), a cidade completa 437 anos e se orgulha de estar cada dia mais verde e com espaços de convivência e interação social.

A aposentada caminha todos os dias e é uma das moradoras voluntárias do Parque Parahyba, cuidando das plantas, colocando adubo, aguando, atenta ao que precisa ser feito, sempre em sintonia com o Comitê Gestor do Parque Parahyba. Graça Santos é servidora aposentada do Supremo Tribunal Federal e trabalhou mais de 20 anos em Brasília.

“Durante muito tempo, o trabalho exigiu que eu estivesse vestida de blazer, em respeito àquele ambiente, mas eu sonhava em vir morar em João Pessoa. Aqui eu posso estar em contato com a natureza todos os dias. Quando me aposentei doei todos os meus blazers”, ela conta, sorrindo.

João Pessoa tem diversas áreas verdes e parques públicos que são utilizados pela população para a prática de atividades físicas de manhã e à tarde, piqueniques nos fins de semana, eventos como comemoração de aniversários ou simplesmente para contemplação e relaxamento. É assim todos os dias nos três Parques Parahyba, no Bessa, no Parque Solon de Lucena, no Centro, na Praça da Independência, no bairro de Tambiá, no Parque Arruda Câmara, no Roger, no Parque Ecológico Augusto dos Anjos, em Gramame, entre diversos outros espaços.

O secretário de Meio Ambiente da Capital, Welison Silveira, disse que cuidar das áreas verdes e parques da cidade é um dos desafios da gestão ambiental. “Sabemos o quanto os nossos parques são importantes para quem mora em João Pessoa e também para quem visita a cidade. Manter as áreas bem cuidadas exige atenção diária e sintonia entre diversas secretarias. A Semam não faz nada sozinha – precisamos do apoio dos técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), entre tantas outras”, afirmou.

Welison Silveira ainda destacou a importância da preservação das áreas verdes da cidade diariamente. “Temos pelo menos quatorze parques urbanos administrados pela Semam e é com muita alegria que nesses 437 anos reafirmamos que João Pessoa é uma cidade cada dia mais verde e assim vai continuar. Trabalhamos diariamente na recuperação e preservação do nosso patrimônio ambiental”, concluiu.

Com base na Lei municipal 12.101/2011, que institui o Sistema Municipal de Áreas Protegidas (SMAP), alinhada à Lei federal 9.985/2000, desde fevereiro deste ano, a Semam passou a gerir e administrar as áreas verdes e parques da cidade. Foi criado um Conselho Gestor das Áreas Protegidas do Município de João Pessoa e esse conselho tem, entre suas atribuições, que acompanhar a elaboração, implementação e revisão do Plano de Manejo e Uso dos Parques e Unidades de Conservação (UCs) do Município. O conselho deve também buscar a integração dos parques e UCs com as demais unidades e territórios especialmente protegidos.

Para Severino Marques, voluntário do Parque Parahyba II, as áreas verdes são espaços extremamente importantes para toda a população. “Aqui eu passo parte das minhas manhãs, fizemos um canteiro com ervas medicinais – tem capim santo, mastruz, hortelã. Também cuidamos das árvores, observamos os pássaros. Como os vizinhos costumam dizer, é o ‘recanto de Bio’. Todos deveriam tirar um tempo para fazer a mesma coisa”, observou.

Já para a corretora de imóveis Valdecira Vasconcelos, também moradora do Bessa, o parque é um espaço para atividade física. “Todos os dias pedalo aqui em volta do parque. Moro há trinta anos no Bessa, eu trazia meus três filhos para brincarem na época em que o parque era só um espaço de terra – a gente fazia um campinho para as crianças brincarem. Hoje, está essa beleza e, sem dúvida, esse espaço contribuiu para mudar a vida das pessoas que moram aqui perto”, destacou.

https://portals1.com.br/wp-content/uploads/2022/07/970x150-2-1.gif

Mais popular