Eleições

Crescem as especulações que apontam para a desistência de Lula

Cresce a insegurança de Lula…

Quem afirma isso é Claudio Humberto, ex-Secretário de Comunicação da presidência e um dos colunistas mais influentes do país.

Na sua coluna no site ‘Diário do Poder’ ele afirma: 

“São cada vez mais frequentes os rumores em Brasília de que o ex-presidente Lula desistirá da sua candidatura presidencial. Sua intenção, na qual acreditam inclusive próceres do PT, é passar o bastão para Fernando Haddad “na hora certa”, quando avaliar que sua campanha necessitar de uma jogada como esta para empolgar o eleitorado de classe média, que resiste a votar nele, em razão dos processos e das múltiplas acusações de corrupção, tráfico de influência, quadrilha etc.

Na cúpula do PT atribui-se a provável desistência de Lula a sua mulher, Janja, a quem ele teria prometido, ao ser solto, que não seria candidato. Alegando que foi presidente duas vezes e já tem lugar na História, ele pretenderia “curtir” o resto da vida com Janja, viajando, divertindo-se.

A eventual desistência resolveria o problema da aliança PT-PSB em São Paulo, liberando Lula para apoiar Márcio França ao governo estadual. Esse assunto recebe tratamento de ‘proibido’, na cúpula do PT, até para não esvaziar as consequências políticas do ‘fator surpresa’…”

A verdade é que Lula não tem tido condições de fazer campanha por uma razão simples, ele não consegue sair às ruas – suas reuniões, sempre em ambientes restritos, reúnem de 50 a 200 pessoas, enquanto Bolsonaro arrasta multidões de dezenas de milhares de populares por onde passa. E uma imagem de uma motociata como a de domingo, valem mais do que 10 pesquisas do Datafolha.

Outra pancada veio da revista anti-bolsonarista, VEJA, a colunista Clarissa Oliveira publicou:

“Sem nunca ter tido fundamento, ilusão da eleição fácil de Lula acabou. (…)

Então, Lula e coleguinhas petistas, bem-vindos ao mundo real.”

com JConline

https://portals1.com.br/wp-content/uploads/2022/04/970X50.gif

Mais popular