Na Paraíba

João Azevêdo visita navio-patrulha Oceânico APA e enaltece trabalho da Marinha do Brasil

O governador João Azevêdo visitou, nesta quinta-feira (11), no Porto de Cabedelo, o navio-patrulha Oceânico APA, que atua na fiscalização de extensas áreas marítimas, em operações de socorro de salvamento, no apoio logístico das instalações existentes nas ilhas oceânicas e nas operações de retomada e resgate de reféns. Com a pandemia do coronavírus, o navio também foi designado para transportar cilindro de oxigênio para o Amazonas. 

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual enalteceu o trabalho da Marinha do Brasil e o respeito da população à instituição. “A Marinha desempenha um grande trabalho em prol do país, ajudando a população nesse momento desafiador que estamos atravessando e protegendo os nossos mares, por isso tem a nossa admiração e agradecimento”, frisou. 

O capitão dos Portos da Paraíba, Rodrigo Godoy, destacou a estrutura do navio-patrulha Oceânico APA. “Esse navio pode ir a muitas milhas afastado da costa e tem uma capacidade muito boa de logística e operacional. É a primeira vez que o navio vem ao estado e essa é uma oportunidade ímpar de termos a honra de recebê-lo em Cabedelo”, falou.

O comandante do navio-patrulha Oceânico APA, capitão de fragata Luiz Ricardo Batista, ressaltou o trabalho realizado recentemente para atender a população de Manaus no enfrentamento da pandemia da Covid- 19. “Nós estamos retornando de uma missão em que fomos transportar um cilindro de 54 toneladas de oxigênio para Belém, onde foi envasado para seguir a Manaus e atender a população amazonense que passa por um estado de emergência em virtude da pandemia do coronavírus. Nós também temos a missão de defender a Amazônia Azul e as nossas riquezas no mar. Esse navio tem uma grande flexibilidade de emprego, tem capacidade para transportar grandes cargas e estamos sempre apoiando a população brasileira”, comentou.

O navio foi incorporado à Marinha do Brasil em 2012 e tem um comprimento total de 90,5 metros, velocidade máxima de 25 nós, autonomia de 35 dias e tripulação de 81 pessoas. 

Também estiveram presentes o comandante do Terceiro Distrito Naval, vice-almirante Noriak Wada; o prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo; a diretora-presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo; o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba (Fecomércio), Marconi Medeiros; e o superintendente adjunto da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob), Marcos Antônio Souto Maior Filho.

Mais popular