Na Paraíba

João Azevêdo aprova PPP que prevê construção de ponte Cabedelo/Lucena e modernização do Porto

O governador João Azevêdo (Cidadania) aprovou o Plano Estadual de Parceria Público-Privada, elaborado pelo Conselho Gestor de Parceria Público-Privada, que prevê a concessão e operacionalização de novos investimentos através da iniciativa privada. O decreto do governador foi publicado na edição desta quinta-feira (14) do Diário Oficial do Estado.

Os projetos em estudo e ações aprovadas pelo Conselho Gestor do Programa Estadual de Parceria Público-Privada contemplam setores como rodovias, saneamento, centrais de abastecimento, geração de energia fotovoltaica, infraestrutura portuária, concessões de unidades de conservação ambiental, turismo, mobilidade urbana, entre outros.

Dentre os projetos previstos estão a concessão à iniciativa privada para construção da Ponte sobre o Rio Paraíba, com 2 KM m de vão, que vai interligar os municípios de Cabedelo e Lucena e demais localidades no litoral. O objetivo do governo é reduzir os custos com transporte de cargas ao reduzir a distância entre João Pessoa e Cabedelo, além de abrir novo acesso à BR-101 para usuários do Porto de Cabedelo.

O plano prevê ainda a construção do Arco Metropolitano, que é uma rodovia que contorna os trechos urbanos da BR-101 e BR-230, na área metropolitana de João Pessoa. O objetivo é reduzir o tráfego de veículos que passam pela área metropolitana de João Pessoa com destino a outras cidades e melhorar a integração dos municípios da região metropolitana.

Outro projeto é a modernização do Porto de Cabedelo. O governo pretende fazer concessões à iniciativa privada para realização de obras de dragagem, aprofundamento do canal deacesso, ampliação da bacia de evolução, construção e exploração de pátio regulador de caminhões e do terminal portuário de passageiros. O objetivo é viabilizar a operação com navios de grande porte, ampliar a competitividade do complexo portuário e criar oportunidades para exploração de outras atividades.

O programa também prevê a concussão de uso das estruturas do Estádio Governador José Américo de Almeida Filho (Almeidão), Ginásio Poliesportivo Ronaldo Cunha Lima (Ronaldão) e Estádio Governador Ernani Sátyro (Amigão). O projeto compreende obras de ampliação, reforma, e modernização da infraestrutura e o aumento da oferta de serviços por esses equipamentos públicos.

Mais popular