Corrupção

Bolsonaro oficializa afastamento de vice-líder com dinheiro entre as nádegas

O presidente Jair Bolsonaro reagiu indignado e determinou ao líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), o imediato afastamento do vice-líder, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que, alvo de investigação da Polícia Federal, escondeu R$30 mil reais entre as nádegas.

Bolsonaro determinou que o líder do governo afaste Rodrigues caso ele próprio não adote a iniciativa de pedir o afastamento. Foi o que aconteceu, segundo despacho do presidente da República encaminhado ao Senado, que diz ter sido “em atenção ao pedido” do parlamentar.

Nesta quarta-feira (14), o próprio presidente prometeu “dar uma voadora” em integrantes de seu governo flagrado em caso de corrupção.

O senador foi alvo da Polícia Federal durante operação de combate a um suposto esquema criminoso de desvio de recursos públicos, provenientes de emendas parlamentares, destinados ao combate à pandemia. A investigação é coordenada pela Controladoria Geral da União (CGU), órgão do governo federal.

Rodrigues afirmou em nota que não tem envolvimento com qualquer ilícito: “A Polícia Federal cumpriu sua parte em fazer buscas em uma investigação na qual meu nome foi citado. No entanto, tive meu lar invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate à Covid-19 na saúde do estado”.

O cargo de Líder do Governo é uma escolha do presidente, que, em seguida, segundo a praxe, apenas referenda os vice-líderes indicado pelo titular da função.

Mais popular