Colunistas

Pedagogia do Esperançar – Por André Aguiar

Caminhar pelas veredas das palavras, traduzir os sentimentos, expressar nossas opiniões é desafiador, é encantador. Nos trás o sentido das coisas, chega-se a profundidades do ser, por isso me animo com essa capacidade humana, uma permanente busca do conhecimento de si mesmo e de tudo em nossa volta.

Digo isso, porque nesses tempos de tantas incertezas pensei no verbo Esperançar, que é olhar e reagir a tudo aquilo que aparentemente não tem saída.

Quero dá ênfase à palavra Esperançar e não tanto a palavra Esperança, que é a terceira pessoa do singular do presente indicativo do verbo Esperançar e a segunda pessoa do imperativo afirmativo do mesmo verbo.

Para Esperançar, que é verbo, portanto ação é preciso uma didática, um quase diário exercício, uma Pedagogia que facilita em muito sua compreensão e adesão.

A palavra Pedagogia, segundo o Aurélio tem origem na Grécia, paidós (criança) e agodé (condução). Pedagogia é a ciência que tem como objeto de estudo a educação, o processo de ensino e a aprendizagem. O sujeito é o ser humano, enquanto educando.

Somos assim, seres humanos, nessa seara, como crianças sendo conduzidas, seja pelas adversidades diárias, seja pela força do Altíssimo – para aqueles que como nós cremos – educados no cadinho da Pedagogia da Vida, no ato prático de Esperançar.

Esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo, é não se conformar com o que aparentemente está posto em definitivo, sair do nosso conformismo e comodidades, criar novos caminhos.

Nas estações da alma, esperançar sempre nos convida a colhermos as flores e os frutos que ainda são apenas sementes, mas para isso se faz necessário o cultivo e perene irrigação do solo e da permanente vigilância contra as ervas daninhas que sufocam  nossas vidas. Somente quem aprendeu a semear saberá que a colheita leva tempo e é preciso saber esperançar. Os agricultores sabem que a semente leva tempo para nascer. Diante da sepultura da semente eles sabem que ela está em um processo silencioso de germinação. E depois de um permanente trabalho a semente surge a partir de um processo reconciliado com o tempo da natureza. É o milagre dos processos de ressurreição que superam a morte, dando lugar ao verde com farta colheita dos saborosos frutos que no momento certo se colhe.

Este modo de viver não se confunde com o materialismo que compreende a vida nos limites deste mundo, ao que podemos conseguir de felicidade aqui e agora, com os nossos próprios esforços.

Ao contrário, Esperançar é “cultivar” também a virtude da Esperança que significa expandir, aumentar, ter êxito, levar qualquer projeto adiante seja ele de ordem física ou psíquica. Spe dará em latim spes e daí a nossa esperança. Da mesma etimologia temos pro-spere que significa prosperar, evoluir conforme o esperado tornar-se próspero.

 Esperança significa também uma firme convicção, uma expectativa confiante de que coisas boas estão vindo da parte de Deus. A palavra “esperança” em hebraico é tiqvah, que em grego é a mesma palavra para corda, ou seja está assim, nossa Esperança “amarrada” a Deus.

Citando o Apóstolo Paulo em Romanos 5, 1-5,  fico por aqui.

1 Justificados, pois, pela fé temos a paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.

2 Por ele é que tivemos acesso a essa graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança de possuir um dia a glória de Deus.

3 Não só isso, mas nos gloriamos até das tribulações. Pois sabemos que a tribulação produz a paciência,

4 a paciência prova a fidelidade e a fidelidade, comprovada, produz a esperança.

5 E a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

André Aguiar

https://portals1.com.br/wp-content/uploads/2022/04/970X50.gif

Mais popular