Brasileirão Série A

Palmeiras perde a terceira seguida e vê Luxemburgo ameaçado no cargo

Em seu pior momento na temporada, o Palmeiras pegou o Coritiba nesta quarta-feira (14), no Allianz Parque, e viu a crise só aumentar. O time do pra lá de ameaçado técnico Vanderlei Luxemburgo perdeu por 3 a 1, na abertura da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A diretoria ainda não se posicionou sobre uma possível queda do treinador.

O Verdão terminou a partida com 22 pontos, na sétima posição. Do outro lado, o Coxa, que vinha de quatro partidas sem vitória, alcançou os 16 pontos, na 15ª colocação, fora da zona de rebaixamento momentaneamente.

O time de Luxemburgo vinha de duas derrotas na competição, contra Botafogo e São Paulo, e sabia que precisava reagir. Apesar do recente título do Paulistão, da primeira colocação na Libertadores, o clima no estádio era tenso mesmo sem a presença da torcida por conta da pandemia do novo coronavírus. Em determinados momentos, o time se apresentou ainda mais desmotivado que antes e poderia ter levado inclusive mais gols.

Como se não bastasse a apatia dos jogadores do Verdão, Robson, aos 7 e aos 23 minutos, fez logo dois gols para a bem entrosada equipe do treinador Jorginho. Antes mesmo do gol de empate, com Gabriel Veron, aos 37 minutos do primeiro tempo, Luxemburgo mexeu no time e viu pouco resultado efetivo. A equipe seguiu de maneira desorganizada em campo.

Na etapa final, o Coritiba recuou a marcação e apostou nos contra-ataques. Por outro lado, deu campo para o time da casa impor seu melhor futebol tecnicamente. Mas quando parecia crescer, veio o terceiro gol do Coxa, aos 19 minutos, com Giovanni Augusto. Sem vontade, o Palmeiras esperou o tempo passar. O Coritiba estava pra lá de satisfeito com o resultado.

Já pela 17ª rodada, a duas do fim do primeiro turno, o Palmeiras enfrenta o Fortaleza, no Castelão (CE), no domingo. Um dia antes, o Coritiba enfrenta o Santos, no Couto Pereira (PR).

R7

Mais popular