Em João Pessoa

Ligação do HU com o Altiplano terá duplicação de faixa, binário e ponte, em João Pessoa-Pb

Para fazer a conexão do Castelo Branco com o Altiplano, em uma obra que vai ligar em linha reta o campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) com a avenida Panorâmica, intervenções como duplicação de faixa e desapropriações serão feitas na área, em João Pessoa. O Departamento de Estradas e Rodagem (DER), deve entregar a obra em 2022. 

Duas casas já foram desapropriadas, de acordo com o engenheiro civil Zé Arnaldo, do DER, para a ligação da avenida João Cirilo (conhecida como avenida Panorâmica) com a UFPB. A avenida conecta a rua Arthur Enedido dos Anjos com Antônio Francisco Amaral e com a desapropriação, a Arthur Enedido dos Anjos será sentido HU-praia. 

Duplicação da avenida Antônio Francisco Amaral até chegar as duas casas que serão desapropriadas (área em amarelo). Pista será no sentido bairro-praia, em João Pessoa — Foto: DER/Divulgação

Duplicação da avenida Antônio Francisco Amaral até chegar as duas casas que serão desapropriadas (área em amarelo). Pista será no sentido bairro-praia, em João Pessoa — Foto: DER/Divulgação 

O sentido contrário será pela avenida Severino Ennes de Atayde, que começa em frente à Igreja Católica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ou seja, dentro do bairro do Altiplano está sendo feito um binário. As ruas já receberam asfalto. Segundo o engenheiro, outras ruas no entorno também serão asfaltadas para melhorar o tráfego. 

Binário no Altiplano. No sentido bairro-praia a Arthur Enedido dos Anjos ligada com a Antônio Francisco do Amaral. No sentido praia-HU, a pista começa na ntônio Francisco do Amaral  e depois Severino Ennes de Atayde. — Foto: Der/Divulgação

Binário no Altiplano. No sentido bairro-praia a Arthur Enedido dos Anjos ligada com a Antônio Francisco do Amaral. No sentido praia-HU, a pista começa na ntônio Francisco do Amaral  e depois Severino Ennes de Atayde. — Foto: Der/Divulgação 

Além disto, a Antônio Franciso Amaral, que fica na primeira rotatória da avenida Panorâmica, será duplicada. Outra mudança na área será a construção de uma ponte sobre o vale e o rio Timbó, de 30 metros. 

Para a construção da ponte, um trecho da área será aterrado e entre uma ponta a outra da ‘depressão’, serão 500 metros de via, que unem os bairros Altiplano e Castelo Branco. Zé Arnaldo informou também que a pista será dupla e o projeto prevê uma calçada com acessibilidade e uma ciclofaixa. 

Aterro e ponte em vale. Ligação de 500 metros entre o Altiplano, como separação de pistas, e HU, onde terá uma rotatória. — Foto: DER/Divulgação

Aterro e ponte em vale. Ligação de 500 metros entre o Altiplano, como separação de pistas, e HU, onde terá uma rotatória. — Foto: DER/Divulgação

G1/Pb 

Mais popular