Policial

Coriolano Coutinho completa 30 dias preso aguardando decisão sobre pedidos de habeas corpus

Coriolano Coutinho está há 30 dias preso em uma penitenciária no bairro de Mangabeira, após ser alvo de mandado de prisão por descumprir medidas cautelares em relação ao afastamento da Comarca de João Pessoa e ao uso de tornozeleira.

Operação Calvário prendeu Coriolano Coutinho pela primeira vez em 17 de dezembro de 2019 na fase chamada Juízo Final. Ele foi solto após conseguir a extensão dos efeitos da decisão do ministro Napoleão Nunes Maia que soltou o irmão, Ricardo Coutinho.

No último dia 9 de dezembro a 10ª fase da Operação Calvário cumpriu mandado de prisão contra Coriolano Coutinho, além de dois mandados de busca e apreensão, na residência de Coutinho e no sítio da família em Bananeiras.

A defesa de Coriolano Coutinho impetrou habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça, mas foi negado monocraticamente pela ministra relatora Laurita Vaz. A Sexta Turma do STJ deverá analisar novo recurso do preso.

Coriolano Coutinho também impetrou junto ao Supremo Tribunal Federal habeas corpus contra a decisão da ministra Laurita Vaz, do STJ. O pedido está no gabinete do ministro Gilmar Mendes aguardando decisão.

blog do Marcelo Jose

Mais popular