Política

ACM critica ‘postura desagregadora’ e chama Dória de ‘despreparado para liderar’

O presidente nacional do DEM, ACM Neto, abriu o verbo contra o governador de São Paulo, João Dória, após ida do vice-governador para o PSDB, dizendo ser “fruto de uma inexplicável imposição” de Dória.

O ex-prefeito de Salvador criticou a “inabilidade política” do tucano, o que explica a “altíssima rejeição” do governador em seu Estado.

Para ACM, esse tipo de atitude escancara a “postura desagregadora” de Dória. “Amplia seu isolamento político, e reforça a percepção do seu despreparo para liderar um projeto nacional”, disse.

A esperança de Neto é que, como aconteceu em passado recente, o PSDB dê mostras de que não tem dono e que o partido possui lideranças capazes de “colocar os objetivos comuns e os sonhos para o futuro do Brasil à frente de projetos pessoais”.

ACM Neto afirmou que o momento pede “grandeza e compromisso” dos homens públicos. “Não é hora de dividir, mas de agregar”, explicou.

Mais popular