Política

Em meio a debate sobre abuso, Câmara desengaveta texto contra supersalários

Líderes dos principais partidos da Câmara tiraram da gaveta o projeto para coibir supersalários.

Apresentaram um pedido para que seja votada com urgência a proposta que impede remunerações acima do teto constitucional no serviço público -hoje, fixado em R$ 39,2 mil.

A retomada da discussão acontece no momento em que o Congresso volta a ficar sob pressão de integrantes do Judiciário e do Ministério Público, após a aprovação do projeto sobre abuso de autoridade.

 

 

 

 

 

folhapress

Mais popular